Fabricantes fazem acordo para reduzir peso do saco de cimento

Após quatro anos de negociações, Ministério Público do Trabalho e cimenteiras concordaram com novo padrão, mais ergonômico, de 25 kg. Implantação será feita até 2028

21/06/2018 | 09:40 – O Ministério Público do Trabalho e 33 empresas produtoras de cimento assinaram, após quatro anos, um acordo para reduzir de 50 kg para 25 kg o peso dos sacos do produto comercializado no Brasil. O intuito é aproximar a indústria das normas internacionais relativas à proteção da saúde do trabalhador.

Os trabalhadores de obras e distribuidoras de materiais de construção são os mais afetados com o excesso de peso dos sacos de cimento. A longo prazo podem estar sujeitas a problemas como dorsalgias, lombalgias, hérnias discais, lesões em articulações do joelho e cotovelo e outras doenças osteomusculares e muscoesqueléticas.

Segundo Ronaldo Fleury, procurador-geral do MPT, nos últimos seis anos o setor da construção gastou R$ 28 bilhões com a Previdência Social, por afastamento de trabalhadores por motivo de acidentes de trabalho.

Os fabricantes têm até dezembro de 2028 para se adequar à nova regra. Após essa data, somente os sacos voltados para exportação que poderão ser mais pesados, caso ainda haja em estoque sacos com o peso acima do novo limite, esses não poderão ser mais comercializados.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Sorocaba: Av. Victor Andrew, 2225 - Distrito Industrial  - (15) 3225.4500     LAJEAL©2017      Nova Proposta Propaganda  

  • Facebook App Icon
  • Google+ App Icon